ISSN 1982-6621 On-line | ISSN 0102-4698 Impresso (até 2015)

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO ESCOLAR: HIPÓTESES DE TRANSIÇÃO IDENTIFICADAS A PARTIR DAS IDEIAS DOS(AS) ALUNOS(AS)

Artigo

A CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO CIENTÍFICO ESCOLAR: HIPÓTESES DE TRANSIÇÃO IDENTIFICADAS A PARTIR DAS IDEIAS DOS(AS) ALUNOS(AS)


THE CONSTRUCTION OF SCHOLARLY SCIENTIFIC KNOWLEDGE: TRANSITIONAL LEVELS IDENTIFIED AS OF THE STUDENTS´S IDEAS


FERNANDA DA ROCHA CARVALHO – Universidade Federal do ABC, Programa Ensino, História e Filosofia das Ciências e Matemática, ABC Paulista, SP, Brasil.

GISELLE WATANABE – Universidade Federal do ABC, Centro de Ciências Naturais e Humanas, ABC Paulista, SP, Brasil.


Clique aqui para baixar o artigo


RESUMO:

A escola vem incorporando discussão cerca das questões socioam-bientais seja devido às orientações curriculares ou abordagens midiáticas. A forma como elas vêm sendo tratadas divergem significativamente, seja do ponto de vista das estratégias utilizadas ou da própria concepção de ciência. No último caso, nota-se certa preocupação em indicar a perspectiva da complexidade como elemento orientador dessa reflexão. Considerando esses pressupostos e preocupados como a aprendizagem que vem se estabelecendo diante desse cenário, esse artigo investiga a “evolução” das ideias dos(as) alunos(as) do Ensino Médio ao participarem de uma proposta de aulas sobre o Aquecimento Global. Dos resultados, tendo como base as hipóteses de transição, foi possível identificar os percursos das ideias dos(as) estudantes ao se depararem com situações cada vez mais complexas. Nota-se que o sistema de ideias, que incluem posicionamentos sobre o ambiente, são muito dinâmicos, de forma que atingem diferentes níveis de aprendizagem em distintos momentos. Assim, nesse processo há espaços para que o(a) estudante transforme seu pensamento reducionista para um mais crítico, complexo e reflexivo, a ponto de desenvolver a responsabilidade política, cultural, econômica, social etc.

Palavras-chave: Ensino de física; Meio ambiente; Complexidade; Conhecimento científico escolar; Hipóteses de transição


ABSTRACT:

The school has been incorporating discussion about socio-environmental issues due to curricular guidelines or media pressures. The way they are treated differ significantly, either from the point of view of the strategies used or from the very conception of science. In the latter case, there is a certain concern to indicate the perspective of complexity as guiding element of this reflection. Considering these presuppositions and worried as learning has been established in this context, this article investigates the “evolution” of the ideas of the students of the High School when participating in a proposal of classes on Global Warming. From the results, based on the transition hypotheses, it was possible to identify the paths of students’ ideas when faced with increasingly complex situations. It is noted that the system of ideas, which include positions on the environment, are very dynamic, so that they reach different levels of learning at different times. Thus, in this process there are spaces for the student to transform his reductionist thinking into a more critical, complex and reflexive one, to the point of developing political, cultural, economic, social, and other responsibilities.

Keywords: Physics teaching; Environment; Complexity; Scholarly scientific knowledge; Transitions levels


Recebido em: | Publicado em: